segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Curso em São João Del Rei promove capacitação em agroecologia




A Secretaria Municipal de Agricultura de São João Del Rei em parceria com o Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais (Campus Barbacena), estão realizando um curso de agroecologia para os agricultores familiares da região. Ao todo são 20 alunos que recebem capacitação teórica e prática através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). De acordo com a secretária municipal Conceição Maria do Carmo (Tutuca), a grade curricular que é de 160 horas, foi construída pelos próprios alunos através da auto gestão. “Os alunos apresentaram suas necessidades e aceitamos a proposta”, comentou.
Desta forma, segundo Tutuca, o curso é composto por módulos que abordam temas como: agroecologia, economia solidária no campo, combate às pragas na lavoura, processamento das plantas medicinais (secagem, preparação de pomadas), fruticultura no modelo agroecológico, gestão da propriedade no campo, criação de galinhas caipiras, entre outros assuntos.
O curso teve início em dezembro e vai até março. As aulas teóricas acontecem três vezes por semana no regime de alternância. Já as aulas práticas são realizadas nas propriedades dos alunos.
No dia 16 de fevereiro, a apresentação do módulo de fruticultura contou também com a participação da secretária executiva da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais (CAISANS), Beatriz de Carvalho.

Pronatec

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, por meio da Lei 11.513/2011. Ele busca ampliar as oportunidades educacionais e de formação profissional qualificada aos jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda.
Os cursos, financiados pelo Governo Federal, são ofertados de forma gratuita por instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e das redes estaduais, distritais e municipais de educação profissional e tecnológica.


Nenhum comentário: