Prêmio mundial de agricultura orgânica vai para brasileira de 92 anos






Depois de 65 anos na luta pela saúde dos solos, a engenheira agrônoma Ana Primavesi, 92, recebeu o One World Award 2015 – o principal título de agricultura orgânica mundial. Conferido pelaInternational Federation of Organic Agriculture Movements (Ifoam), o prêmio honra ativistas cujo trabalho tenha impactado positivamente a vida de produtores rurais, sobretudo os mais desfavorecidos.
Ana dedicou a sua vida a ensinar como é possível aliar a produção de alimentos à conservação do meio ambiente, sem esquecer do agricultor familiar e de suas necessidades. “O segredo da vida é o solo porque do solo dependem as plantas, a água, o clima e nossa vida. Tudo está interligado. Não existe ser humano sadio se o solo não for sadio e as plantas, nutridas”, disse em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.
Em sua trajetória de trabalho, Ana revolucionou a produção agrícola e contribuiu para uma conscientização de uma alimentação mais saudável. O livro Manejo Ecológico do Solo, escrito por ela, é considerado uma das bíblias da produção orgânica e leitura obrigatória nas faculdades de Agronomia do país.  Ana mora em Santa Maria (RS).

(Texto adaptado do site Jornal Já)

Nenhum comentário: