Audiência Pública da Comissão de Direitos Humanos


Conheçam os conselheiros e entidades que fazem parte do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais


Lívia Maciel Peres
Conselheira estadual do Consea-MG - ACELBRA - Associação dos Celíacos do Brasil - Seção Minas Gerais

Graduada em Nutrição pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2013). Possui Especialização em Gestão de Pessoas pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2015). Pós-graduanda em Nutrição Clínica Funcional pelo Centro de Nutrição Funcional (VP). Tem experiência em Nutrição nas áreas de Alimentação Coletiva, Alimentação Escolar e Nutrição Clínica.



Associação dos Celíacos de Minas Gerais – Acelbra-MG




A Associação dos Celíacos do Brasil - Seção Minas Gerais (Acelbra-MG), fundada em julho de 1997, é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como um dos principais objetivos lutar para que celíacos tenham mais saúde e melhor qualidade de vida. Este trabalho é feito no sentido de orientar, informar, treinar e capacitar familiares profissionais de saúde/educação e a população em geral, sobre a doença celíaca.
A doença celíaca (DC) é uma desordem sistêmica autoimune, desencadeada pela ingestão de glúten, em pessoas geneticamente predispostas. O glúten é uma proteína encontrada em cereais como trigo, aveia, cevada, centeio e seus derivados, por exemplo, o malte. Quando celíacos comem glúten o corpo dispara uma resposta imunológica que ataca o intestino delgado e todo o organismo pode ser afetado. Esses ataques levam a danos nas vilosidades intestinais, impedindo a absorção adequada de nutrientes, ocasionando uma série de outras complicações. Existem mais de 300 sintomas ligados à DC e, se não tratada pode levar ao desenvolvimento de linfoma maligno e até a morte. Os sintomas podem variar de um indivíduo para outro e desencadear em qualquer faixa etária.
O único tratamento disponível, até agora, é a dieta totalmente livre de glúten, por toda a vida, requerendo cuidados especiais no consumo e preparo dos alimentos, sem a contaminação cruzada.
Outro importante objetivo da Acelbra-MG é também efetuar o cadastro de associados dos celíacos de Minas, para sabermos quem são, onde estão e, em resposta, aproximar a comunicação entre ambas as partes com acolhimento e orientações que se fizerem necessárias. Na mesma proporção, a Associação incentiva para que familiares também façam os exames de rastreamento para DC, uma vez que o diagnóstico precoce é a melhor opção para controle e tratamento da doença. O cadastramento de celíacos, no estado e no país, é fundamental para que se possa mapear a Doença Celíaca.
A Acelbra-MG realiza diversas atividades e eventos para divulgar a Doença Celíaca e a importância de reconhecer e incluir pessoas com restrição ao glúten. Para isso, são feitas capacitações, treinamentos, palestras, oficinas culinárias, mostra de alternativas alimentares, entre outras.
Este trabalho é extensivo aos estabelecimentos de ensino, com finalidade de orientar o acolhimento da criança/adolescente com necessidade alimentar especial na escola, visando cuidar e assegurar o Direito Humano à Alimentação Adequada (DHHA), incentivando a promoção da alimentação saudável, com a “Comida de Verdade” e, se possível, da agricultura familiar, rural ou urbana.
Na luta por políticas públicas específicas, a Acelbra-MG tem uma representante no Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais.

Informações: www.acelbramg.com.br - acelbramg@hotmail.com - Tel.: (31) 3421-9768



Convite para o Debate em defesa do Consea


Convite - 15º Intercâmbio Agroecológico Núcleo de SJDR


Wokshop de Promoção da Transição Agroecológica: Manejo Sustentável de Pastagens e Sistemas Agroflorestais

O evento tem por objetivos contribuir com a construção do conhecimento agroecológico, a cerca das estratégias e ações públicas contemporâneas, ancoradas nas políticas internacionais de sequestro de carbono, e como tais ações dialogam ou não, para a promoção da transição agroecológica, como estratégia  para mitigação dos efeitos socio ambientais, resultantes do modelo atual de desenvolvimento económico, que corroboram para crise ambiental e as mudanças climáticas.

Programação
27/03 Quarta-feira

08:00 - Recepção e credenciamento dos participantes.
09:00 - Mesa de Abertura Oficial
09:30 - Mesa Expositiva: Histórico de atuação do GEPAF e MPRTSM: Uma experiência de diálogo entre a academia e a sociedade
10:00 - Mesa de Diálogo 1: “Sequestro de carbono e agroecologia: diálogos possíveis”
12:00 - Intervalo para almoço
14:00 - Mesa de Diálogo 2: “Vale do Mucuri: Formação sócio histórica e atualidade ambiental”
15:30 - Intervalo para café cultural
16:30 - Amostra Científica, de Extensão e Cultura
28/03 Quinta-feira

08:30 - Mesa de Diálogo 3: Sistema Voisin e Programa Balde Cheio: trocando experiências.
11:30 - Almoço
12:30 - Visita a Unidades Demonstrativas e Multiplicadoras
17:00 - Dinâmica de Avaliação e Encerramento.

Consumidores fiquem atentos!


CONFIRA TAMBÉM - LINKS ÚTEIS:

Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor: https://idec.org.br/ 
Onde comprar produtos orgânicos e agroecológicos em Minas Gerais: https://feirasorganicas.org.br/
Onde comprar produtos orgânicos em Belo Horizonte e Região Metropolitana: http://bistroveg.com.br/organicos-em-bh/
Procon MG – reclamações e denúncias: https://www.mpmg.mp.br/areas-de-atuacao/defesa-do-cidadao/consumidor/apresentacao/


Nota de Agradecimento

O Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais e a Coordenação do Banquetaço em Minas Gerais vem agradecer aos movimentos, organizações, entidades, coletivas e parceiros quem se somaram para a realização dos Banquetaços em Belo Horizonte e em diversas cidades do Estado de resultados amplamente exitosos.

Foi dada a visibilidade, intransigente, da comida de verdade, saudável, como um Direito Humano de todo o povo brasileiro, bem como a defesa veemente do Consea Nacional e repúdio a Medida Provisória 870/19 que propôs a sua extinção.

O Brasil pulsou forte nessa defesa e Minas de uma resposta a altura mostrando que não nos calaremos, missão amplamente cumprida para essa etapa da luta. Agora, precisamos manter a mobilização sobre os parlamentares para que possamos derrubar a Medida Provisória na Comissão Mista do Congresso Nacional bem como derrotar em votação no Plenário do Congresso.

Nosso fraterno reconhecimento a dedicação de todos e todas a essa luta!

Não a Extinção do Consea, pela Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional do povo brasileiro.

Belo Horizonte, 1º de Março de 2019


Élido Bonomo
Presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais

Lívia Maciel Peres
Conselheira Estadual e Coordenadora do Banquetaço de Minas Gerais.

Municípios de Minas Gerais que realizaram o Banquetaço em defesa do direito à alimentação saudável.


O Banquetaço de Belo Horizonte contou com a presença de conselheiros do interior de Minas Geras. De Montes Claros participou Aline Silva de Souza, vice-presidente do Consea-MG, de Turmalina, Valmir Soares Macedo. O Banquetaço de Belo Horizonte contou também com a presença de Amanda Amorim Alves, conselheira representante do Centro de Documentação Eloy Ferreira Da Silva (CEDEFES), Renata Siviero Martins, representante da Cáritas Brasileira, Leonardo Koury Martins, representante do Conselho Regional de Serviço Social - 6ª Região (CRESS), Maria da Conceição Amaral Renan de Menezes da Articulação Metropolitana de Agricultura Urbana (AMAU), Melissa Luciano de Araújo do Grupo de Estudos em Agricultura Urbana (AUE/UFMG), Andreia da Silva Roseno, representante do Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana (FOSANPOTMAM) e das conselheira governamentais, Daniela Souzalima Campos e Ângela Ferreira Vieira:
Participação de Contagem em Belo Horizonte:
 

Fotos do Banquetaço de Congonhas:

Fotos do Banquetaço de Divinópolis:




Fotos do Banquetaço de Juiz de Fora:






Fotos do Banquetaço de Lavras:




Fotos do Banquetaço de Manhumirim:



Fotos do Banquetaço de Medina:



Fotos do Banquetaço de Muriaé:



Fotos do Banquetaço de Ouro Preto:



Fotos do Banquetaço de Poços de Caldas:



Fotos do Banquetaço de Pompéu:



Fotos do Banquetaço de São João Del Rei:



O manifesto de Teófilo Otoni em defesa do Consea ocorreu nos dia 23 e 24/2/2019:

Fotos do Banquetaço de Viçosa:




Banquetaco. # Volta consea

Belo Horizonte compartilhou alimento farto hoje (27) no Banquetaço, embaixo do Viaduto Santa Tereza, no centro da cidade. Muita comida boa, diversa, saudável e justa em uma grande mesa-manifestação contra o retorno da fome e da miséria no país. Em todo país, o Banquetaço distribui mais de 15 mil refeições contra a extinção do principal órgão que colaborou no combate à fome nos últimos 25 anos: o CONSEA (Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional).

Pelo direito de comer direito!
#BanquetaçoBH #Banquetaço #VoltaConsea #ComidaDeVerdade #BrasilSemFome #AlimentaçãoSaudável #Agroecologia

Música: MC Russo
Vídeo e imagens: GT de Comunicação do Banquetaço BH