quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Governo propõe Grupo de Trabalho para discutir políticas para o aumento do comércio e consumo do pescado em MG





Um Grupo de Trabalho (GT) deverá ser formado nos próximos dias para discutir entraves na legislação que trata da Pesca e Aquicultura em Minas Gerais e propor políticas de incentivo ao consumo e a comercialização de pescado. A proposição foi apresentada pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário (SEDA), Glênio Martins, durante a solenidade de abertura da 12ª Semana do Peixe, promovida pelo Ministério da Pesca. A abertura foi no Prédio Gerais da Cidade Administrativa, na última segunda-feira (28/09). De acordo com o Ministério da Pesca, nos últimos 10 anos o consumo de pescado mais do que dobrou no Brasil. Só entre 2012 e 2013, o consumo no país cresceu quase 25%, ultrapassando o mínimo estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 12 kg/habitante/ano. Hoje, a população brasileira consome, em média, 14,5 quilos de pescado por habitante/ano.
Apesar dos avanços, o secretário da SEDA, Glênio Martins, acredita que a criação do GT, vai viabilizar busca de soluções para aumentar a produção.“Nosso desafio é fazer com que a produção do pescado gere mais renda para o agricultor familiar e, ao mesmo tempo, chegue à mesa do mineiro a um custo acessível”, afirma Martins.A superintendente federal da Pesca e Aquicultura em Minas Gerais, Vanessa Gaudereto, destaca a parceria entre o Governo Federal e o Governo de Minas Gerais. “É muito importante a concretização dessa parceria. No estado são cerca de 30 mil pescadores que precisam do apoio governamental”, diz.
A secretária executiva do CONSEA-MG, Cida Miranda, lembrou que, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) 5,3 milhões de brasileiros passam fome. “Temos condições de atuar para que esse quadro mude para melhor. Isso só será possível se juntarmos todas as forças para fortalecer as ações de segurança alimentar no estado. Outro desafio é incluir o peixe na agricultura familiar, pois ainda existem muitos entraves. O próximo passo é incluí-lo na lista de aquisição dos 30% da compra da alimentação escolar”, comentou. 

Cida ressaltou a importância da parceria entre o CONSEA-MG e a Superintendência da Pesca. “Ela começou na 6ª Conferência de Segurança Alimentar promovida pelo CONSEA-MG em agosto. Estamos preparando a Semana da Alimentação que será realizada de 14 a 16 de outubro e teremos algumas ações em parceria. A nossa pretensão é de que ela seja permanente. No dia 16, realizaremos um seminário e pretendemos contar com a presença. de todos vocês”, finalizou. A nossa pretensão é de que essa parceria seja permanente.
A programação da Semana do Peixe se estende até o dia 16 de outubro, quando se comemora o Dia Mundial da Alimentação. Serão realizadas atividades de educação ambiental, como a limpeza de rio e conscientização dos pescadores e população do entorno; beneficiamento do peixe, por meio de oficinas; manipulação e preparação do pescado; educação alimentar com o trabalho desenvolvido junto às escolas da rede estadual, restaurantes populares entre outros equipamentos públicos; e venda promocional do peixe em pontos de distribuição em todas as regiões do estado.

Também participaram da abertura da Semana do Peixe o diretor geral do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Márcio Botelho, a coordenadora do Programa de Alimentação Escolar da Secretaria de Estado da Educação,  Valéria Monteiro, o diretor executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Lucas Pego e e o superintendente da Associação Mineira de Supermercados (AMIS), Adilson Rodrigues.A campanha é articulada em Minas Gerais pela Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura de Minas Gerais (SFPA-MG), em parceria com as secretarias de Estado da Educação (SEE) e de Desenvolvimento Agrário (Seda), Conselho Regional de Nutricionistas (CRN9-MG), CONSEA-MG, IMA, colônias e sindicatos de pescadores, feiras, prefeituras municipais, produtores, distribuidores e redes de supermercado, bares e restaurantes.


Nenhum comentário: