sexta-feira, 25 de setembro de 2015

2ª etapa do Fórum Metropolitano acontece sábado na ALMG. Propostas devem ser antecipadas


 

Belo Horizonte recebe amanhã (26/9), a partir das 8h, a 2ª rodada do Fórum Regional de Governo – Território Metropolitano. A plenária de abertura irá acontecer na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais e na sequência os grupos de trabalho vão se dividir entre espaços na própria ALMG e entorno: Escola do Legislativo, Crea-MG e Cemig.
O evento é aberto à participação de todos os cidadãos que desejarem contribuir com o planejamento de ações do Governo Estadual para os próximos anos. Por meio de um formulário preenchido no site oficial dos Fóruns, as pessoas podem contribuir enviando uma lista de problemas e necessidades que julgam importantes para o desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte. O formulário poderá ser enviado até às 18 horas de hoje (sexta-feira, 25/9).
Saiba mais sobre os Fóruns Regionais
O programa é um novo modelo de gestão no Estado, criado para ser um espaço de diálogo com a sociedade, com a finalidade de buscar soluções específicas para as diferentes regiões de Minas Gerais.
Para isso, o estado foi dividido em 17 Territórios de Desenvolvimento, que sediam os Fóruns Regionais. Neste primeiro ano, o Fóruns têm como objetivo o levantamento de prioridades de cada território.
A população, juntamente com movimentos sociais, igrejas, sindicatos e empresários, vai decidir o que realmente é importante para sua própria região. O que for definido como prioridade será encaminhado aos técnicos da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) para ser incluído nos planos de ação do Governo.
Para facilitar a identificação das demandas, será preenchido o Formulário de Diagnóstico Territorial, que está dividido em 5 tópicos: Desenvolvimento Produtivo Científico e Tecnológico; Infraestrutura e Logística; Saúde e Proteção Social; Segurança Pública; e Educação e Cultura.
A partir de 2016, os Fóruns se tornam um canal de diálogo constante com a sociedade civil. As secretarias de Estado de Governo (Segov), Planejamento e Gestão (Seplag) e Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac) fazem a coordenação do projeto.
Discussão permanente
A proposta dos Fóruns consiste em convidar a população a participar, periodicamente, de reuniões, debates, assembleias, grupos de trabalho, dentre outros instrumentos. Estas participações garantem espaços democráticos com o objetivo de subsidiar o planejamento e as ações de Governo para a promoção do desenvolvimento econômico e social.
Neste primeiro momento as demandas da população são levantadas e discutidas de forma a se realizar um diagnóstico daquela região, que será a base para a elaboração do PPAG e PMDI. Após o cumprimento desse primeiro compromisso, os Fóruns permanecem ativos como espaço de diálogo permanente com a sociedade.
O acompanhamento técnico de todas as etapas ficará sob a coordenação do Colegiado Executivo, composto por representantes de órgãos do Governo e, em maior número, da sociedade civil. Este colegiado será responsável pelo acompanhamento das demandas levantadas nos Fóruns. 

Fonte: Agência Minas 

Nenhum comentário: