quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Economia solidária espera fortalecimento por meio de políticas públicas



A 3ª Conferência Nacional de Economia Solidária (Conaes), realizada entre 27 e 30 de novembro, em Brasília, debateu quais seriam os princípios e as diretrizes das políticas públicas visando a fortalecer as atividades de economia solidária. Segundo o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, a expectativa é de que um conjunto de políticas venha a fortalecer essa atividade.
 Entre essas políticas, Clemente cita o estabelecimento de um marco regulatório, que reconheça essa atividade e as especificidades que ela tem; a criação de fundos específicos de financiamento para a atividade; de cooperativas de crédito para fomento e atividades que possam favorecer o comércio, inclusive com possibilidade de exportação de seus produtos. A conferência reuniu mais de 1.500 trabalhadores da economia solidária.

Nenhum comentário: