quarta-feira, 6 de maio de 2015

Segurança alimentar e nutricional ganham destaque em debate entre MDA e Consea



Foto: Paulo Henrique Carvalho/ MDA
O papel da segurança alimentar e nutricional na agricultura familiar e reforma agrária foi um dos temas discutidos pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, e representantes do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea). Durante a conversa, nesta segunda-feira (4), em Brasília, foi destacada a parceria do ministro e do MDA com o Conselho, bem como a preocupação da pasta com questões que envolvem a terra e a água, importantes para produção de uma alimentação satisfatória. 
O ministro apresentou à primeira mulher a presidir o Consea, Maria Emília Lisboa, algumas das prioridades do Governo Federal, salientando o compromisso com a reforma agrária. "Entre as prioridades do Governo estão o assentamento das famílias acampadas e a transformação desses assentamentos em espaços produtivos, autossustentáveis, espaços de vida", disse.
Patrus Ananias falou também sobre as ações que pretende realizar para melhorar a condição de vida no campo. "A ideia é mobilizar esforços para que a juventude permaneça no campo. Além dos jovens, daremos atenção aos povos e comunidades tradicionais e mulheres, dentre outros", acrescentou. 
A presidente do Consea mostrou-se satisfeita com o debate e ressaltou a importância da terra e da água na alimentação dos brasileiros. "Não há segurança e soberania alimentar sem acesso à terra. Foi muito importante ouvir o ministro mencionar a prioridade do direito à terra e deixar claro a preocupação em encontrar uma solução para as famílias acampadas. Isso abre, também, um debate com a sociedade sobre o que representa a função social da terra", pontuou Maria Emília. 

Agrotóxicos e transgênicos
Outro ponto discutido no encontro foi o uso de alimentos transgênicos e com agrotóxicos.  "Ao mesmo tempo, que esse assunto nos preocupa, estamos satisfeitos em ver as ações de vários segmentos da sociedade em busca de uma alimentação mais saudável. E o MDA tem tido uma postura muito importante, por meio de debates, sobre o impacto desses alimentos", observou a presidente do Consea. 
Maria Emília frisou ainda a importância da aprovação do ministro em relação ao tema da Conferência Nacional do Consea, programada para novembro deste ano, em Brasília (DF). Com o mote ‘Comida de verdade no campo e na cidade’, o evento contará com conferências municipais, regionais e estaduais, antes da etapa nacional. Estão programados também encontros temáticos, envolvendo a participação de mulheres e de povos e comunidades tradicionais. A expectativa é que cerca de mil pessoas participem da etapa nacional. 

Nenhum comentário: