Política de segurança alimentar é prioridade do governo estadual


André Quintão destacou iniciativas prioritárias, como a redução das desigualdades e a dignidade do ser humano assegurada por uma alimentação saudável
Rose Santana
1ª Plenária do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional de Minas Gerais
1ª Plenária do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional de Minas Gerais

O secretário de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social, André Quintão, participou nesta segunda-feira (4/5), da abertura da 1ª Plenária do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do Estado de Minas Gerais (Consea/MG).
“O Consea tem um conjunto de ações regionalizadas, caracterizadas pela participação social e com atuação integrada. Pode e deve ter uma construção ativa no governo estadual. Muitas das iniciativas do conselho são prioridades do governo, como a redução das desigualdades e a dignidade do ser humano, assegurada por uma alimentação saudável”, disse o secretário.
André Quintão, o novo secretário-executivo do Consea/MG, reafirmou a importância das 20 diretorias regionais da Sedese. “As várias ações articuladas da política de segurança alimentar têm repercussão direta na qualidade de vida e na inclusão produtiva, principalmente no meio rural. As diretorias regionais terão um papel importante na mobilização e apoio para a realização das conferências regionais e estadual de segurança alimentar”, avaliou.
O secretário explicou aos conselheiros a proposta do governo estadual de implantação de 17 Fóruns Regionais em Minas Gerais. Os Fóruns serão constituídos com representação de diversos segmentos sociais e terão a atribuição de deliberar sobre questões orçamentárias do Estado.
“Estou completamente em harmonia com a proposta do governo. Eu gostaria de ajudar especialmente na regionalização, mobilizar para que tenhamos participação nos Fóruns Regionais, como proposto pelo governador Fernando Pimentel, das comissões de segurança alimentar e nutricional sustentável, que vão levantar a realidade e as propostas e ações das regiões”, declarou Dom Mauro Morelli, presidente do Consea.
A plenária do Conselho é uma das etapas preparatórias para a 6ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais, prevista para os dias 21, 22 e 23 de agosto. O encontro prossegue na terça-feira (5/5), quando os conselheiros discutirão os objetivos e processo de preparação para o encontro estadual e também para a 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.
Segurança Alimentar
O Comitê Temático de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável, vinculado ao Consea/MG, é responsável pela articulação acompanhamento e avaliação das políticas públicas da área. A mais importante iniciativa na área é o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).
Criado há mais de 40 anos, O PNAE atinge as escolas públicas de 853 municípios mineiros. São 3.900 escolas estaduais inseridas, com benefícios para 2 milhões e 400 mil estudantes, da pré-escola até a educação de jovens e adultos. Em articulação com o Programa Estadual Cultivar Nutrir e Educar, programa de alimentação escolar, que por sua vez atinge 220 municípios mineiros, a iniciativa já elevou de 6%, em 2010, para 20%, em 2013, o percentual de compras efetuadas pelo governo estadual junto aos agricultores familiares.

Fonte: Agência Minas

Nenhum comentário: