quarta-feira, 24 de outubro de 2012


Bispo visita Divinópolis para discutir ações e projetos de segurança alimentar


23/10/2012
Por: Mariana Gonçalves

Divinópolis recebe hoje a visita do Bispo Emérito da Diocese de Duque de Caxias, e presidente do Conselho de Segurança  Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais, Consea-MG, Dom Mauro Morelli.


A visita visa discutir uma proposta para que seja realizado o diagnóstico da segurança alimentar e nutricional na região Centro-Oeste. O encontro será realizado no campus da Funedi, que fica na Avenida Paraná 3001, de 10h às 16h. Já às 14h, Dom Mauro e o presidente da Funedi Gilson Soares, se reunirão com os produtores rurais de Divinópolis, no auditório da instituição.


De acordo Fernanda Maria Francisqueta Rocha, docente da Funedi. “A visita de Dom Mauro a cidade tem o objetivo de dar continuidade a uma negociação anterior. A Funedi foi visitada por Dom Mauro, buscando uma parceria para se fazer o diagnóstico de toda a região coberta pela  Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável da nossa região Centro Oeste, CRESANS. Onde atendemos 55 municípios, então  o Dom Mauro veio com a intenção de  firmar  esse contrato, firmar essa parceria”conta.


Com a visita do Bispo, os planos para o desenvolvimento desse diagnóstico poderão sair do papel. A expectativa é que os profissionais do Instituto de Pesquisa da Funedi comecem os trabalhos no início do ano que vem. “ Já temos um plano de ação, esse plano está sendo construído de forma democrática junto com os produtores. Então é um diagnóstico participativo,  entregamos o plano de ação, ou seja, o cronograma do que vamos fazer agora em novembro. Para que possamos  iniciar as visitas de campo a partir de fevereiro de 2013”ressalta Fernanda Maria.


Em outras ocasiões o Bispo esteve na cidade para conhecer mais sobre a instituição no qual ele pretendia fechar a parceria. De acordo com a professora Fernanda Maria que conversou com a equipe de reportagem da Gazeta. “Ele conheceu a Funedi viu qual era a atuação da instituição na região  e decidiu junto ao Governo do Estado que essa seria a instituição que  irá fazer esse diagnostico produtivo”finaliza.



 

Nenhum comentário: